Notícias

Lixo coloca em risco a saúde dos moradores da Vila Panamericana

O problema do lixo acumulado nas calçadas da Estrada Rio Jequiá é crônico.


12/07/2011 - Edição 1527

Moradores da Estrada Rio Jequiá e proximidades depositam lixo dos dois lados da via a qualquer hora
Moradores da Estrada Rio Jequiá e proximidades depositam lixo dos dois lados da via a qualquer hora

O problema do lixo acumulado nas calçadas da Estrada Rio Jequiá é crônico. O Ilha Notícias já denunciava há 34 anos o mau cheiro e a proliferação de insetos e ratos devido a sujeira espalhada pelo chão na altura da Vila Panamericana. Quem passa próximo ao número 11, vê lixo tanto na calçada, em frente as casas, como do outro lado da rua, atrapalhando quem usa a ciclovia. Apesar da Comlurb fazer a coleta três vezes na semana, não há dia em que não se veja no local uma montanha de lixo.

Diversos moradores, como Maria Auxiliadora e William de Aguiar (fotos) admitem que jogam lixo no local, mas sentem vergonha da situação. Os funcionários da Comlurb utilizam tratores para recolher o lixo e garantem que passam na porta da maioria das casas da comunidade Nossa Senhora das Graças. Mesmo assim, o volume de lixo na rua aumenta a cada ano. Moradores de outros bairros que passam pelo local jogam sacolas com lixo e despejam entulho no local. Quando chove, a situação se agrava e a sujeira entope os bueiros. Quem mora na Estrada Rio Jequiá pede socorro.