Boca no Trombone

Boca no Trombone

Na Estrada do Galeão próximo ao Hipermercado Extra, uma cratera está aberta há semanas dificultando o acesso ao estacionamento perto do comércio local


18/04/2019 - Edição 1933

Na Estrada do Galeão próximo ao Hipermercado Extra, uma cratera está aberta há semanas dificultando o acesso ao estacionamento perto do comércio local
Na Estrada do Galeão próximo ao Hipermercado Extra, uma cratera está aberta há semanas dificultando o acesso ao estacionamento perto do comércio local

Falta de respeito
Todos os dias, clientes do Bradesco da Estrada do Dendê estacionam em frente à garagem. Já fiz dezenas de reclamações, porém nunca multam os veículos. Quando vem é muito tempo depois da reclamação. A última eu reclamei por volta de 14h e a resposta deles foi às 21h e nessa hora é claro não foi detectada nenhuma irregularidade. Mariana Tavares, via WhatsApp.  

Buraco no Jardim
Gostaria de divulgar a indignação e preocupação dos moradores e pais de alunos da escola Martim Pescador. Tem um buraco na calçada, onde as crianças passam todo dia que está abrindo mais. Camila Fraga, via WhatsApp.  

Mendigo violento
Tem um morador de rua muito agressivo que ronda na Avenida Paranapuã. Ele parece dócil, mas apenas quando quer comida ou dinheiro. Depois que consegue algo, ou não dão o que ele quer, ofende, grita, arremessa coisas e ameaça as pessoas. Moradores da região estão apavorados. Rodrigo Fencher, via WhatsApp.  

Lei Seca
Sou morador do condomínio que fica na Estrada do Galeão, número 2400. Sempre que acontece uma blitz da Lei Seca em frente ao condomínio, temos problema de invasão de pessoas tentando fugir da fiscalização e que acabam derrubando nossos portões. Ampliem a fiscalização ou mudem a blitz de local! Ricardo Américo, por Redação.  

Ilha esburacada
Quem for andar pela região do Jardim Carioca, tem que tomar muito cuidado quando passar pela calçada em frente ao Banco do Brasil. Está muito mal conservada e o risco de tombo é muito grande. O mesmo vale para a entrada do estacionamento na Estrada do Galeão, próximo ao Extra. Abriu uma cratera ali. Valdir Bezerra, por Redação.  

Perigo no Cerol
Aos fins de semana, o Aterro do Cocotá e ruas próximas ficam intransitáveis pelo perigo das linhas com cerol. Se a população se unir e ligar para Guarda Municipal denunciando, eles vão ao local. Cerol é proibido e pode matar. Joyce Magalhães, via WhatsApp.  

Risco de queda
Árvore perigosa na Rua Francisca Matos, em frente ao número 475, nos Bancários, com risco enorme de cair em cima de alguma pessoa ou sobre os carros. Peço às autoridades que façam algo, e quem transitar por lá tome cuidado. Hudson Melo e Silva, via WhatsApp.  

Abuso no trânsito
Todo domingo durante a feira do Cacuia, ninguém consegue ficar no ponto de ônibus na Estrada do Galeão, em frente ao número 826. Os carros invadem a calçada e os ônibus são obrigados a parar no meio da rua. Acioli Lopes, via Twitter.  

Polícia!
A Ilha do Governador precisa ter mais policiamento em locais onde há colégios. Minha filha foi assaltada à noite no Moneró, na saída da Escola Rodrigo Otávio e levaram o celular dela. Não tem ônibus que passe no lugar no horário que ela sai e já liguei para o 1746, mas até agora nada. Elizabeth Santos, via Twitter.  

Imprudência
Chega o fim de semana o pessoal sai da Praia da Bica correndo demais pela Rua Cambaúba. Parece um autódromo de motos e carros em alta velocidade. É preciso colocar quebra-molas ou ligar a lombada eletrônica que está desativada, senão vai morrer muita gente. Laura Blue, via Facebook.  

Goteiras
É um absurdo o que acontece nas salas de aula no Colégio Tia Lavor. Alunos precisam assistir aula com guarda-chuva, porque a goteira fica caindo em cima deles. Fora que as autoridades prometeram ar condicionado e tem salas que nem ventilador tem. Uma vergonha! Matheus Marques, via Twitter.  

Rua esburacada
Na rua Marquês de Muritiba na Cova da Onça, altura do número 588, um buraco aberto a semanas está coberto com entulho oferencendo risco para os motoristas que passam pelo local principalmente a noite. Marcos Leite, por Redação.  

Só frescão?
Ficamos horas no ponto da Cidade Nova esperando para voltar para a Ilha. As empresas aumentam o número de ônibus frescão e diminuem o convencional. Está mais do que na hora de terem respeito pelos insulanos. Cristina Lima, via Facebook.  

Barcas ruins
Absurdo nas barcas! A embarcação das 7h da manhã já saiu com atraso de 5 minutos. No meio do caminho, o comandante avisou que tínhamos problemas técnicos. A embarcação não conseguia atracar na Praça XV e a viagem de 55 minutos demorou 1 hora e 20 minutos. Por que a CCR liberou a barca com problema? Carlos Alberto Ramos, via WhatsApp.  

Transtorno
Em frente a uma casa de festas atrás do 17ºBPM, na Estrada do Rio Jequiá inúmeros carros estacionam de maneira irregular em frente a esse estabelecimento causando transtornos aos demais motoristas. João das Neves, via Instagram.  

Medo na passarela
Gostaria de chamar a atenção para a passarela da Estrada do Galeão em frente ao Casa Show, pichações e cartazes colados há bastante tempo deixam o equipamento urbano muito feio. Além de ser abrigo para moradores de rua. Sei que muita gente deixou de usar porque tem medo. Ronaldo Lages, por Redação.  

Conta de luz
Gostaria de relatar a falta de compromisso da Light na entrega das correspondências. Já tem mais de três meses que eu não recebo nenhuma conta de luz em casa e sou obrigada a puxar a segunda via pela internet. Moro em frente à estátua do Renato Russo, uma área de fácil acesso, e não vejo justificativa para essa situação. Janice de Santana, por Redação.  

Perigo nas Canárias 
Já é de muito tempo que a Estrada das Canárias fica largada às moscas. É um breu por quase toda a via, o que facilita muito a ação de bandidos, além da falta de policiamento. Agora eu penso muitas vezes antes de pegar as Canárias para fugir do engarrafamento na Estrada do Galeão. Moacyr Andrade, por Redação.