Boca no Trombone

Boca no Trombone


22/02/2019 - Edição 1925

Diariamente, o calçadão da Portuguesa em frente ao banco Bradesco fica ocupado por carros que estacionam irregularmente
Diariamente, o calçadão da Portuguesa em frente ao banco Bradesco fica ocupado por carros que estacionam irregularmente

Rua Graná

Está lamentável a situação dos bueiros na Rua Grana, no Cocotá, na altura do número 50. Eles estão entupidos pelo lixo que os moradores despejam no local, e quando chove, tudo fica alagado. Bruno Machado, via Facebook.

Orla das Pitangueiras As calçadas da orla da Praia das Pitangueiras estão em péssimo estado de conservação, com buracos, crateras e troncos de árvores que nos impedem de caminhar. Na verdade, a atividade física que fazemos por aqui todo dia é "caminhada com obstáculos", apesar de não existir tal modalidade no esporte.Jacira Alves, via E-mail.

Assaltos no frescão Infelizmente, voltou a ser rotina os assaltos nos frescões. A população pede por mais segurança neste transporte, que leva milhares de passageiros por dia. Lucas Lopes, via Facebook.

Irregularidade Alguns flanelinhas estão abusando. Na semana passada estacionei próximo ao Detran no Cocotá, e além da cobrança do valor acima do estipulado por lei, o guardador não me ofereceu talão, e nem estava usando o colete e o crachá. Marcelo Cica, via Facebook.

Tijolinho Utilizamos diariamente a Academia da Terceira Idade da Praça União Comunitária, no Tijolinho, mas o local enfrenta um grave problema de lixo há semanas. Encontramos ao lado dos aparelhos muitos sacos e folhas, além do mau cheiro que incomoda muito. Rose Lima, via WhatsApp.

Calçadão lotado O calçadão na Estrada do Galeão, na altura do Bradesco na Portuguesa, virou um estacionamento. Muitos pedestres têm dificuldades de transitar pelo local, pelo grande número de carros estacionados. Falta fiscalização. Walter Samuel, via WhatsApp.

Corredor Esportivo Na pista onde caminhamos e corremos, no Corredor Esportivo, existe um buraco que cresce com o passar do tempo. Nós moradores colocamos galhos como forma de sinalização, mas o risco de um acidente é grande. Geraldo Siqueira, via WhatsApp.

Rua Danúbio Um buraco na Rua Danúbio, no Jardim Guanabara, está trazendo perigo aos motoristas que transitam pelo local. Nessa semana, um motoqueiro passou pela cratera e quase perdeu o controle da moto. Preocupante. Sérgio Motta, via WhatsApp.

Praça do Avião No ponto de ônibus da Praça do Avião, no Galeão, sentido entrada da Ilha, existe uma obra mal feita. Com a chuva dessa semana, parte da calçada ficou cheio de lama, impossibilitando a passagem dos moradores e estudantes, fazendo com que a tarefa de pegar ou descer do coletivo seja muito difícil. Karine Souza, via WhatsApp.

Atenção! A nova guarita do segurança na Estrada para Tubiacanga não tem luz, e quando anoitece, fica muito perigoso desempenharmos a nossa função. Precisamos de iluminação com urgência. Ronaldo Silva, via Facebook.

Assalto no Loreto

No último final de semana, fui assaltado por volta das 2h da manhã, em frente ao Hospital do Loreto, no Galeão. A situação no local está cada vez pior. Não dá para conviver com essa insegurança! Everton Silva, via WhatsApp.

Aeroporto Não sei porque o transporte para o aeroporto do Galeão é tão ruim. Todos os dias fico mofando no ponto de ônibus esperando uma condução e quando chega, quase sempre são vans que não aceitam bilhete único. Raphael Muniz, via WhatsApp.

Risco na esquina É muito raro ver um motorista que respeite o sinal de trânsito na esquina das ruas Domingos Mondim e Eutíquio Soledade, no Tauá. Idosos e crianças se arriscam diariamente para atravessar e já vi muitas pessoas correndo com medo de sofrer um acidente. Larissa Cabral, via WhatsApp.

Indignação Me gera uma grande indignação quando vejo os motoristas de ônibus, deixando os passageiros no meio da rua, porque os pontos ficam cheios de vans. Nossa vida corre risco pela falta de respeito dos outros. Júlio Paixão, via WhatsApp.

Riocard Muitas vans não aceitam o Bilhete Único Carioca aos fins de semana. A maioria alega defeito na máquina. É curioso que esse suposto defeito das máquinas de cartão, só acontece em dia de sábado e domingo, quando dificilmente ocorre uma fiscalização. Jorge Luiz, via WhatsApp.

Cova da Onça Meu primo e meu irmão foram assaltados por dois indivíduos em um carro, no final de semana, no campo de futebol na Rua Inácio de Bulhões, perto da Cova da Onça. Eles nem reagiram. O único sentimento que fica é de verdadeira impotência. Bruno Cardoso, via WhatsApp.