Notícias

Área militar do Galeão está em boas mãos

Ações do Coronel Alex Soares garantiram a volta do monumento na Praça do Avião


16/07/2021 - Edição 2050

O Coronel Alex Soares, que está à frente da prefeitura da Aeronáutica, coordena a gestão das áreas militares do Galeão.
O Coronel Alex Soares, que está à frente da prefeitura da Aeronáutica, coordena a gestão das áreas militares do Galeão.

Mais de 1.400 famílias vivem numa área do bairro do Galeão, que ocupa parte importante e estratégica da Ilha do Governador sob responsabilidade da Prefeitura da Aeronáutica. À frente do órgão está o Coronel Intendente, Alex Soares, que administra duas vilas e centenas de casas. Com a pandemia, o prefeito enfrenta o desafio de garantir a manutenção predial e bem-estar dos permissionários militares que moram nessas localidades.  

Para o Coronel Alex, que assumiu o cargo em janeiro de 2020, os últimos meses tem sido difíceis por conta do aumento na demanda de serviços e a diminuição no quadro de funcionários, já que muitos pertenciam ao grupo de risco da Covid-19. Segundo ele, foi preciso montar uma força-tarefa na prefeitura da Aeronáutica e estender plantões e escalas para garantir as necessidades de moradia e bem estar dos militares, sobretudo nas Vilas Oficiais, localizadas na Praça do Avião e ao lado da Igreja Nossa Senhora do Loreto.  

— Precisei reinventar as funções para continuar cumprindo a missão. Conseguimos manter as medidas de segurança eficazes ao ponto de não perder ninguém para a Covid-19. Durante a pandemia, com os militares mais tempo em casa, o número de atendimento aumentou em 40%, mas mantivemos a eficiência – garante o prefeito, que foi um dos responsáveis na articulação para a volta de um avião à Praça do Avião, que ocorreu em junho do ano passado.  

O prefeito ressalta a importância de manter um canal ativo e bom diálogo com os demais órgãos públicos da região, e participa das reuniões mensais do Conselho de Segurança na qualidade de porta-voz dos moradores das vilas militares.  

— A parceria com outros órgãos é importante, afinal os militares interagem com a Ilha do Governador de alguma forma. Seja no impacto ao trânsito, fomentando a economia local, indo ao restaurante, shopping, supermercados, farmácias e comprando no comércio em geral. Por isso, o anseio do insulano é o mesmo dos militares e das suas famílias que estão nas vilas sob minha responsabilidade – explica.  

Sobre as moradias que ficam em locais fora das duas vilas militares, como a existente próximo ao Hospital do Loreto, a Prefeitura da Aeronáutica é também responsável pela manutenção dos prédios. Entretanto, segundo o prefeito, nas vias públicas daquela região, os serviços como “tapa-buracos”, iluminação, recolhimento de lixo, são de responsabilidade e ações da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro.