Notícias

Voltou o projeto de futebol no Dendê

Escolinha é gratuita e também ensina cidadania às crianças


06/12/2019 - Edição 1966

Os alunos do professor Marcelo têm o sonho de serem jogadores de futebol profissional
Os alunos do professor Marcelo têm o sonho de serem jogadores de futebol profissional

Com a ideia de investir também na formação do caráter de crianças e adolescentes entre 8 e 17 anos, o Projeto Escolinha do Dendê, oferece aulas de futebol gratuitas com conceito de disciplina e cidadania, além de exemplos de respeito ao próximo. O projeto é comandando pelo professor Marcelo Henrique e reúne cerca de 80 alunos. O professor dá aula de futebol há mais de 30 anos no Dendê.

O projeto é realizado no campinho da comunidade e foi fundado pelo professor Marcelo. Ele já comandou outros projetos de futebol na comunidade e retomou este ano com os mesmos princípios e referências de disciplina. Após passar pela experiência de perder pessoas próximas para o tráfico de drogas, Marcelo, que mora na comunidade do Dendê, decidiu investir esforços pelas crianças moradoras do local para ensiná-las um caminho diferente.

— Após um período sem recursos para realizar o projeto tivemos que parar as aulas, mas isso está no passado, pois recebemos novas doações de amigos e conseguimos retornar o projeto. A realidade da favela sempre é muito dura, muitas das nossas crianças crescem sem referência de disciplina, e o que será delas sem alguém para ensinar? Meu objetivo sempre foi mudar essa realidade e por isso há mais de 30 anos não desisto de investir nessas crianças, mesmo sem salário.

O insulano Marcos Antônio Gomes, 35, é pai do Caique, 10, e já foi aluno do professor Marcelo. Hoje tem orgulho de trazer o filho para participar das aulas.

— Marcelo foi um verdadeiro pai para mim e para diversos amigos meus. Sei da importância que é para o nosso Dendê ter alguém como ele que olha para um monte de crianças sem futuro e enxerga potencial. E eu agradeço a Deus porque, em momentos difíceis, os ensinamentos dele ficaram na minha memória.

Frequentar com assiduidade e ter boas notas na escola é um dos pré-requisitos para garantir vaga no projeto. O professor cobra dos alunos boletim e comportamento dentro de casa, além de sempre reunir o grupo de alunos para passar novos ensinamentos.

O Projeto do Dendê tem aulas nas tardes das terças e quintas, e para participar, basta chegar durante os horários de treinos que começam às 15h, trazendo o boletim escolar. As aulas são gratuitas, mas o programa sempre necessita do auxílio de empresas parceiras para ajudar na compra dos coletes e chuteiras, entre outros materiais que são fornecidos gratuitamente aos jovens participantes. Informações: 99759-3289.