Notícias

Futevôlei movimenta as areias da Ilha

Esporte é praticado por gente de todas as idades e atrai cada vez mais insulanos


Por Nycolas Santana

19/02/2021 - Edição 2029

Clima agradável nas praias atrai novos adeptos do futevôlei // Foto: Divulgação/B4 Footvolley
Clima agradável nas praias atrai novos adeptos do futevôlei // Foto: Divulgação/B4 Footvolley

O futevôlei se tornou um fenômeno nas praias da Ilha do Governador. Grupos de homens e mulheres das mais variadas idades se reúnem quase diariamente nas areias das praias da região para praticar a atividade.

O crescimento do esporte é perceptível. Basta dar uma breve caminhada pela orla. A concentração de esportistas é grande, sobretudo pela manhã e à noite. Muito desse crescimento é impulsionado pelos Centros de Treinamento (CT) localizados nas praias da Bica, Engenhoca e Ribeira, que organizam sessões de treinos, partidas e até campeonatos, com a orientação de profissionais de Educação Física e atletas mais experientes.

Um dos mais conhecidos CTs da região é o B4 Footvolley, localizado na Praia da Bica. De acordo com o professor Lorhan Borges, um dos motivos para popularização do esporte na Ilha foi a própria pandemia da Covid-19.

CTs como o da B4 Footvolley promovem partidas, campeonatos e sessões de treinamento para dezenas de atletas nas praias da região // Foto: Divulgação/B4 Footvolley

— Durante esse período de pandemia, as pessoas entenderam a importância que tem para a saúde praticar um esporte — explica Lorhan, completando em seguida — Agora as pessoas preferem praticar uma atividade física ao ar livre, em que o contato físico com outras pessoas e a exposição seja menor, como no futevôlei. Além disso, o clima que tem feito com bastante sol e a paisagem da Baia de Guanabara atraem novos adeptos.

O futevôlei na Ilha se tornou tão atrativo que conta com a participação até mesmo de moradores de fora da região. É o caso de Wesley de Freitas, 31 anos, morador de Duque de Caxias e há quatro meses treina na B4 Footvolley. Wesley vem para a Praia da Bica quase todos os dias após o trabalho, com exceção das sextas-feiras.

— Eu procurava uma atividade porque estava acima do peso e não gosto de academia. Conheci o futevôlei pelas redes sociais e resolvi experimentar. Nunca mais saí daqui e não tenho planos de parar. É um esporte viciante demais e o ambiente entre as pessoas é muito legal — conta Wesley, lembrando com orgulho que desde que iniciou no esporte já emagreceu 25 kg — Perdi peso e aprendi um esporte novo. Foi a melhor coisa!