Voz do Leitor

A crítica dos leitores

Na Ilha é muito comum vermos as autoridades só se mobilizarem para solucionar um problema quando ocorre um acidente grave ou uma tragédia


18/12/2020 - Edição 2020

Lemos Cunha
Fico muito triste de ver o estado que atualmente se encontra o Colégio Lemos Cunha. Esses dias estive lá e fiquei assustada com o abandono de um colégio tão tradicional na Ilha do Governador. O local poderia ser recuperado e transformado em um museu, mostrando que ali já foi um local de referência na educação insulana. Fernanda Silva, via WhatsApp.

E as vans?
Eu gostaria muito de entender como que as vans ainda conseguem operar na Ilha. Porque se você é um motorista comum e comete uma infração leve que seja, a multa chega em sua casa com a maior velocidade do mundo. No entanto, os motoristas de van só faltam dar cavalo de pau no meio da rua que nada acontece e elas continuam circulando tranquilamente. A lei não se aplica a eles? Brenda Barbosa, via WhatsApp.

Papai Noel 2021
Parabéns ao jornal Ilha Notícias e a Associação Atlética Portuguesa por terem adiado a tradicional festa de chegada do Papai Noel para 2021. Com certeza foi a decisão mais sensata, tendo em vista que estamos vivendo um momento de alta da Covid. O melhor presente que o Papai Noel pode nos dar é a vacina no ano que vem. Horácio Junior, via Instagram.

Precisa mudar
Na Ilha do Governador é muito comum vermos as autoridades só se mobilizarem para solucionar um problema quando ocorre um acidente grave ou uma tragédia. Isso infelizmente é uma cultura do brasileiro de nunca fazer nada preventivamente, apenas reativamente. Isso precisa mudar. Paulo Silva, via Instagram.

Engenhando
Parabéns aos meninos do projeto Engenhando a Cidade! A iniciativa deles é ótima e traz um olhar crítico sobre a infraestrutura da Ilha. Espero que suas ações promovam uma melhoria na qualidade de vida e que tenham muito sucesso nesta empreitada. Adriana Pedrosa, via Instagram.

Agressores na mira
Parabéns aos vereadores que fizeram e aprovaram a lei que obriga agressores a pagarem pelos custos do serviço de saúde prestado às mulheres violentadas. Talvez doendo no bolso a gente coíbe os canalhas que insistem em agredir as próprias esposas. Renato Diasoli, via Instagram.

Falta compaixão
Eu não entendo porque tem tanta gente na Ilha que gosta de maltratar cavalos. Se essas pessoas fossem chicoteadas ou arrastadas à força, elas não iriam gostar. Então por que fazem isso com os animais? É muita falta de compaixão com os bichos. Clara Almeida, via Twitter.

Não posso correr
Costumava correr pela orla da Ilha. Saía do Zumbi e ia até a Praia da Bandeira. Hoje em dia está impossível fazer isso, pois a calçada daquela orla está muito degradada e há um risco muito sério de pisar em falso e me machucar. Teria que correr pela rua, mas aí o risco seria de atropelamento. Sem condições. Marcos Rocha, via Twitter.

Motoristas ruins
A sensação que tenho ao andar pelas ruas da Ilha do Governador é que qualquer imbecil hoje é capaz de tirar a carteira de motorista e dirigir um carro. É impressionante a quantidade de motoristas fazendo besteira nas ruas. Precisamos ter mais rigor na fiscalização de trânsito. Waldir Junior, via Instagram.