Opinião

Opinião

As calçadas e canteiros das ruas da Ilha, como de toda cidade, praticamente se transformaram em palco para exibição das propagandas dos candidatos às eleições. Isso é um procedimento normal e amparado na Lei Eleitoral que permite a colocação de placas, nesses locais no tamanho limite de 2x2 metros. Junto com outros instrumentos de divulgação política, como os programas de rádio e TV, as placas nas ruas são elementos para os candidatos divulgarem nome e número, de modo tornarem-se mais conhecidos . O fato negativo, que incomoda muitos eleitores, é a falta de cuidado de alguns candidatos que praticamente abandonam suas placas pelas ruas gerando a possibilidade de eventuais acidentes em função de rajadas de vento, colocando em risco os pedestres e motoristas.

Opinião - 12/09/2014 - Edição nº 1693

Opinião

A manifestação dos trabalhadores do Estaleiro Eisa que resultou na ocupação da Estrada do Galeão na manhã da última segunda (14) é um fato inédito na Ilha. Nunca antes nenhum grupo de trabalhadores tinha realizado protesto nessa importante e única via de acesso da Ilha. Dezenas de comerciantes fecharam as portas com medo de algum excesso, mas o movimento foi pacífico sem nenhum ato de violência. O único problema foi o congestionamento provocado pelo bloqueio, por cerca de 30 minutos, nos dois sentidos do trânsito da principal via de acesso à Ilha. Esse fato é grave até mesmo em manifestações justas como essa dos trabalhadores do Eisa, porque impedem o deslocamento de milhares de pessoas cujos compromissos podem ser importantes para suas vidas.

Opinião - 18/07/2014 - Edição nº 1685